top of page

Comunicação intuitiva:

Você sabia que existe uma forma de comunicação intuitiva, não verbal, que os animais usam para se comunicar? E que essa comunicação nos permite entender melhor os animais, seus pensamentos, seus sentimentos e os motivos de seus comportamentos e doenças, permitindo assim aprendizado, mudança e cura?

Eu tive o privilégio de aprender que todos os animais, dos mais pequenininhos aos maiores têm esta capacidade e nos passam mensagens profundas e maravilhosas. Todos eles têm características e personalidades diferentes, assim como os humanos, e tem o mesmo espectro de sentimentos e emoções que nós humanos. Alguns animais são mais falantes, outros menos, dependendo da habilidade, vontade de comunicar e personalidade.

 

Como seres únicos que são, os animais tem seus motivos de agir de acordo a sua história, genética, pensamentos e emoções. Tudo que o seu animalzinho faz tem seu motivo, que faz todo sentido para ele dentro de sua forma de pensar. Mas muitas vezes não os entendemos. Temos nossos próprios pensamentos e achamos que eles devem pensar igual. Não entendemos que eles são seres completos, com suas histórias, sua forma de pensar peculiar a sua espécie, a sua raça e ao indivíduo em si. Assim, muitas vezes ficamos chateados e frustrados com certos comportamentos deles.

 

As vezes existem dificuldades que devem enfrentar para conseguir a mudança desejada para um melhor relacionamento com sua pessoa. Imagina você querer mudar algo em outra pessoa (por exemplo: seu parceiro ou seu filho). Em geral não pedimos para outra pessoa mudar e a ela muda imediatamente. Até se queremos mudar algo em nós mesmos. A mudança exige, consciência, vontade, apoio, energia correta e em todos estes níveis devemos apoiar nosso animalzinho. A mudança no relacionamento com o outro exige também uma mudança em nós mesmos. Um relacionamento exige o investimento positivo dos dois lados. A compreensão mútua traz uma abertura, uma procura de um caminho para a melhora da relação e do bem estar. Se pudermos olhar para nossos animais com o respeito de um ser completo, independente de nós que está vivendo sua própria história e ao mesmo tempo apoiando e completando a nossa, se olharmos para eles desta forma, podemos sair da frustração e do controle, abrir o coração e encontrar o caminho para o melhor bem estar conjunto. Este caminho pode ser trilhados com a ajuda de terapias complementares como o BodyTalk, ThetaHealing, florais, EFT e Ho’oponopono , tanto no trabalho com o animal quanto com a sua pessoa.

 

Através do trabalho de comunicação animal, pode-se entender o que eles sentem e o motivo de tal comportamento, pode-se esclarecer para eles as consequências e o que sua pessoa espera deles para que fique feliz. Os animais amam sua pessoa profundamente e em geral tudo que querem é vê-la bem.

Com esta técnica eu posso, através de uma foto e nome do animal, receber informações dele, perguntar sobre motivos de diferentes comportamentos, sobre sensações físicas, passar e receber mensagens e ajudar a resolver conflitos. Isso pode ajudar muito a entender e encontrar soluções que sejam satisfatórias para os animais e para suas pessoas, como por exemplo, comportamentos indesejados como brigas entre animais em casa, medos e fobias, latidos e outros. Também é possível saber aonde sentem dor ou o que sentem fisicamente, o que pode ajudar o trabalho do veterinário. Entendendo o motivo das dificuldades, eu passo uma lista de ações que podem ser feitas pelo tutor para ajudar o animal na situação que se encontra.

Complementando, também pode ser feito com o tutor um trabalho de compreensão e conscientização aonde ele pode crescer como pessoa e melhorar o que ele esta trazendo para este relacionamento.

 

Com carinho,

Yael Perpignan- Especialista em Comunicação Animal e Terapias Complementares

Para saber mais e agendar um atendimento: yael@yaelperpignan.com

 

bottom of page